Dielson confessa crime de Ana e Any e sai condenado após julgamento

O réu confesso e agora condenado, Dielson dos Santos Brandão, que foi acusado de assassinar brutalmente a professora Luciane Teixeira e a sua filha de 4 anos, Any Vitória, em Maio de 2014, foi ouvido na manhã desta última quinta – feira (16), no júri popular que aconteceu na câmara municipal de vereadores de Cantanhede.

Conduzido pelo Juiz da comarca, Dr. Paulo Nascimento, o julgamento que tinha o início previsto para as 8:30H, começou somente por volta das 11:00H. Durante todo o andamento, entre uma testemunha e outra, sentimentos de revolta e tristeza tomavam conta do auditório, arrancando lágrimas do público presente. Os que estavam fora do ambiente, foram impedidos de se aproximarem do local, através de uma barreira de isolamento e com o apoio da força policial.

O acusado, que chegou escoltado pela polícia, foi recepcionado por uma população inconformada, que angustiada, pedia incansavelmente por justiça.
Dado inicio ao julgamento, foram ouvidas as seguintes testemunhas: Maria José Brandão, mãe do acusado, Dieuly dos Santos Brandão, irmão do acusado, Lázaro Bruno, irmão da vítima e Lúcio Mauro, Policial Civil que acompanhou o caso desde o início.

Dielson Brandão, que ficou por último, acabou optando por exercer o seu direto de ficar em silêncio. Entretanto, após insistência do promotor de justiça, Dr. Thiago Carvalho, com algumas indagações importantes, o acusado acabou confessando o crime, confirmando riquezas de detalhes e concluiu a sua fala pedindo perdão à família da vítima.

“Sei que eu não vou trazer elas de volta, mas se vocês puderem me dar o perdão, eu peço do fundo do meu coração.” Concluiu Dielson.

Após o debate entre defesa e Ministério Público, os jurados votaram na sala secreta e o Juiz deu a seguinte sentença: 16 anos e 6 meses de reclusão pelo assassinato de Luciane Teixeira e 19 anos e 3 meses, pelo assassinato de Any Vitória, somando assim, 35 anos e 9 meses de prisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *