Nova pesquisa Ibope: Temer é aprovado por 3% dos brasileiros

A popularidade do presidente Michel Temer (PMDB) despencou e no momento só 3% da população brasileira aprovam seu governo, segundo levantamento dos órgãos CNI/Ibope. O índice representa uma queda de 2% pontos porcentuais em relação à última pesquisa, divulgada em julho. Subiu de 70% para 77% o número de pessoas que consideram a administração do peemedebista ruim ou péssima. O governo é visto de forma regular por 16%, enquanto 3% não sabem ou não responderam. Continue lendo

Meta do Palmeiras para seis jogos anima Jean: “Muita coisa pode acontecer”

Comissão técnica espera dar arrancada para seguir brigando por título brasileiro

Jean durante entrevista coletiva nesta quinta

Só se fala nisto no Palmeiras: a possibilidade de ainda tirar o título brasileiro do Corinthians. Membros da comissão técnica e jogadores têm comentado o assunto desde a semana passada, quando Cuca afirmou que os seis jogos seguintes definiriam o futuro da equipe. Nesta quinta-feira, quem comentou foi Jean.

Continue lendo

Cura gay não existe, diz ex-pastor que saiu do armário

Sérgio Viula fundou grupo que tinha como objetivo ‘tratar’ homossexuais e lutou por dezoito anos contra sua condição – até se aceitar

Sérgio Viula em entrevista para o site de VEJA no Rio de Janeiro

Por mais de dezoito anos o professor de inglês Sérgio Viula, hoje com 48, lutou contra a sua homossexualidade e por muito tempo acreditou ter uma doença ou estar cometendo um pecado. Pastor de uma igreja evangélica, fundou em 1997 junto com mais dois colegas a ONG Movimento Sexualidade Sadia (Moses), que tinha como principal objetivo acolher, tratar e curar gays e lésbicas que buscassem apoio na organização.

Continue lendo

Janot pede prisão de Joesley, Saud e ex-procurador Miller

Pedido do procurador-geral da República ainda precisa ser analisado pelo relator da Lava Jato no Supremo, ministro Edson Fachin

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedido para prender o empresário e dono do grupo J&F, Joesley Batista. A solicitação do procurador-geral ainda precisa ser analisada pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato na Corte. Janot também pediu a prisão do diretor de relações institucionais da JBS, Ricardo Saud, e do ex-procurador da República Marcello Miller.

Continue lendo

Dr. Danilo relembra o verdadeiro significado da independência

“Que o significado da independência possa fortalecer ainda mais o nosso processo democrático do nosso país, dando mais liberdade de igualdade e oportunidade as pessoas”.

Ó pátria amada, Idolatrada, Salve! Salve! 7 de setembro. Independência do Brasil.

Matões do Norte, 07 de setembro de 2017.

Dr. Danilo Everton

 

PSDB é o partido que mais criou empregos no Brasil

O PT é o terceiro partido que mais gerou empregos no país, com 1 697 118 novas vagas.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, durante lançamento da candidatura de José Serra à Presidência da República pelo PSDB, no Centro de Convenções Brasil 21.

Entre 1994 e 2014, o PSDB foi o partido que mais criou empregos no Brasil, considerando as gestões estaduais. Pelo menos é o que afirma um levantamento exclusivo da consultoria Cambridge Analitycs Ponte.

Continue lendo

Secretário Nacional de Juventude Assis Filho se reúne com Roseana e apresenta a caravana ID

 

A ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney, fez uma visita de cortesia ao secretário nacional de Juventude, Assis Filho, nesta segunda-feira (24/08), na sede da Secretaria Nacional de Juventude (SNJ), em Brasília (DF). Assis que é conterrâneo de Roseana, também foi secretário adjunto de Juventude no seu governo e, posteriormente, assessor especial.

Continue lendo

PF diz ao STF que Sarney, Jucá e Renan não obstruíram a Lava Jato

Delegada afirma que não há como provar que ex-presidente e senadores cometeram crimes e que delator que os gravou ‘não merece’ benefícios de acordo

Renan Calheiros, José Sarney e Romero Jucá

A Polícia Federal concluiu que o ex-presidente José Sarney e os senadores Romero Jucá (RR) e Renan Calheiros (AL), caciques do PMDB, não tentaram obstruir as investigações da Operação Lava Jato. Em relatório ao Supremo Tribunal Federal (STF) sobre os áudios entregues pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que gravou conversas com Sarney, Jucá e Renan, a PF sustenta que não há como comprovar o cometimento de crimes por parte do ex-presidente e dos senadores.

Continue lendo