Realizado o encontro pedagógico em Matões do Norte

Na manhã desta quarta – feira (22), foi realizado no Centro Comunitário de Múltiplo Uso, o Encontro Pedagógico, organizado pela secretaria municipal de educação do município.

Com o tema: A Escola Moderna: Reflexão de uma Gestão Democrática e Participativa, os técnicos da secretária de educação explanaram o fato de partilhar ideias, evidenciando uma gestão democrática e participativa, onde se aprende o valor do trabalho em equipe, com o propósito de promover o fortalecimento do processo educativo, por meio da análise dos indicadores educacionais, dos valores e da cultura das escolas. Continue lendo

Cantanhede: Centro de Ensino Getúlio Vargas inicia ano letivo com aula inaugural

Gestor geral Carlindo Batista, ladeado pelo corpo docente da instituição.

Atendendo determinação da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), o novo gestor do Centro de Ensino Getúlio Vargas, professor Carlindo Batista Caldas, realizou nesta quarta – feira (1º), abertura do ano letivo de 2017. Este ano, o ano letivo se inicia no dia 1º de fevereiro e deve ser encerrado no dia 22 de dezembro do ano em curso.

Com o tema “Educar um dever de todos, o gestor geral, Carlindo Batista Caldas, recebeu seus alunos, pais, professores, demais funcionários e a comunidade local para a aula inaugural.

“Quero agradecer primeiro à Deus, aos meus familiares, aos meus amigos, aos nossos professores, funcionários e a todos pela presença e participação em nossa aula inaugural do Centro de Ensino Getúlio Vargas, ao empresário Ronildo Ageme, pelo patrocínio do som e ao secretário José João, pelas duas tendas que nos forneceu. E obrigado senhor, pela disposição e empenho de toda comunidade escolar, obrigado por tudo”, destacou o gestor.

Participaram da aula inaugural de abertura do ano letivo, o secretário de administração do município, Manerivaldo Caldas, no ato representando o prefeito municipal Marco Antonio Rodrigues de Sousa (Ruivo), a secretária de educação, professora Lília Santos, o promotor de justiça, Tiago Carvalho, o presidente da câmara municipal de vereadores, Denis Roberth, além do empresário Ronildo Ageme e representantes do conselho tutelar.

Muito prestigiada, a aula inaugural serviu para dar as boas vindas, e uma calorosa recepção aos alunos, com a participação efetiva de todo corpo docente da instituição.

Cantanhede: Município recebe complementação do FUNDEB

A complementação da União ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC), transferiu hoje, 1º de fevereiro, o valor de: R$ 1.705.341,90 (Um milhão, setecentos e cinco mil, trezentos e quarenta e um reais e noventa centavos). O valor já está disponível na conta da prefeitura municipal de Cantanhede.

Esse repasse é a complementação da União ao município, que agora tem recursos para pagar o abono dos professores e o terço de férias referente ao ano trabalhado de 2016.

Pelo menos 60% dos recursos devem ser usados na remuneração de profissionais do magistério em efetivo exercício, como professores, diretores e orientadores educacionais. O restante serve para despesas de manutenção e desenvolvimento do ensino, compreendendo, entre outras ações, o pagamento de outros profissionais ligados à educação, bem como a aquisição de equipamentos e a construção de escolas, orienta o FNDE.

Até a presente data, a prefeitura de Cantanhede, não divulgou o calendário de pagamento dos servidores da rede municipal, e com isso, servidores estão apreensivos, pois nem mesmo a folha de janeiro foi paga.

Matões do Norte: Secretária de educação Ivameire e o vice – prefeito professor Gigi participam do “Encontro de Políticas Educacionais”

Vice – prefeito Gigi, Secretário de Estado da Educação Felipe Camarão e Ivameire

O Vice – prefeito de Matões do Norte, Givanildo Silva Araujo (Gigi), representou o Prefeito Padre Domingos, acompanhado da secretária de educação do município, professora Ivameire Martins Araujo, no “Encontro de Políticas Educacionais com Secretários Municipais de Educação”, que foi realizado na última sexta feira (27) no auditório do Palácio Henrique de La Rocque, em São Luís.

O “Encontro de Políticas Educacionais com Secretários Municipais de Educação” foi uma realização do Governo do Maranhão, por intermédio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), para alinhar metas educacionais e fortalecer o regime de colaboração com as redes municipais de educação, focando na qualidade do ensino e da aprendizagem.

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, apresentou aos gestores municipais toda a equipe da Seduc, como forma de estreitar as relações entre os diversos setores da secretaria e os municípios.

“Esse encontro é de suma importância, pois temos a oportunidade de conhecer os gestores, obter as informações necessárias sobre os programas e ações desenvolvidas pela Seduc, e estreitar as relações para que possamos construir uma educação de qualidade em Matões do Norte”, destacou a secretária de educação Ivameire Araújo.

Governo convoca secretários municipais de educação para o Encontro de Políticas Educacionais

O Governo do Maranhão, por intermédio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), reunirá na próxima sexta-feira (27), secretários municipais de educação para alinhar metas educacionais e fortalecer o regime de colaboração com as redes municipais de educação, focando na qualidade do ensino e da aprendizagem.

O “Encontro de Políticas Educacionais com Secretários Municipais de Educação” será realizado a partir das 8h30, no auditório do Palácio Henrique de La Rocque, em São Luís. Na oportunidade, o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, apresentará aos prefeitos toda a equipe da Seduc, como forma de estreitar as relações entre os diversos setores da secretaria e os municípios.

A ideia é que, através do trabalho conjunto entre Governo do Estado e os municípios, a educação avance em todos os aspectos, com reflexos diretamente na sala de aula. O governador Flávio Dino compreende que só é possível mudar o cenário educacional do estado se houver efetivo regime de colaboração, no qual governo e prefeituras exerçam suas competências mutuamente com diálogo e parceria, assegurando a manutenção e o desenvolvimento do ensino de qualidade em seus diversos níveis, etapas e modalidades, de forma articulada, conforme preconiza o Plano Nacional de Educação (PNE)”, destacou Felipe Camarão.

Durante o encontro, que terá a parceria da União de Dirigentes Municipais de Educação (Undime-MA), serão discutidos temas como transporte escolar, Plano Nacional de Educação (PNE) e Plano Estadual de Educação (PEE), calendário escolar, termo de cooperação com os municípios, regularização de fluxo escolar, Bolsa Família, alfabetização, estrutura das redes municipais de educação, convênios, assessoria técnico-pedagógica com formação dos professores e atendimento individual aos gestores educacionais.

Índices

Felipe Camarão explicou que a implantação de ações efetivas em regime colaboração com os municípios, nos primeiros dois anos de governo, geraram resultados significativos na educação do Maranhão. Um deles é o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado em setembro do ano passado pelo Ministério da Educação (MEC), que aponta um crescimento nas redes municipais de ensino do Maranhão de 4,2 em 2013, para 4,3, em 2015.

Fonte: Seduc 

Matões do Norte: Secretária de educação faz visita as escolas da zona rural

Secretária Ivameire e sua equipe

A secretária municipal de educação, a professora Ivameire Martins Araujo, fez uma visita nesta quinta – feira (19), para verificar as condições dos prédios públicos, onde funciona as escolas municipais. A vistoria foi realizada nos povoados: Curva do Didi, Alto da Cruz e Ponto Certo, todos na zona rural do município.

A secretária Ivameire Martins, está fazendo um levantamento para um diagnóstico da real situação, a fim de averiguar as condições das instituições de ensino. Faltando poucos dias para o início das aulas, há muito que ser feito para receber os alunos em condições adequadas, pois há escola em total estado de abandono.

As inspeções indicam que em muitas escolas não eram feitas as manutenções apropriadas e de forma contínua. “Os problemas estruturais apresentados, os estragos nas salas, corredores e banheiros, são reflexo da realidade. Nova mobília também será necessário para dar mais condições de ensino aprendizagem aos nossos alunos”, ressaltou a secretária.

A secretária deve apresentar nos próximos dias, ao prefeito Padre Domingos, todo o levantamento, para que as primeiras providências sejam tomadas, pois falta poucos dias para o início das aulas.

Veja algumas imagens:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações da ASCOM

 

 

 

 

 

Enem 2016: resultado com as notas individuais é liberado

Site apresentou instabilidades e Inep culpou ‘ataques’. Governo divulgou ainda datas de abertura do Sisu, Prouni e Fies; veja lista completa.

As notas com os resultados individuais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 foram divulgadas nesta quarta-feira (18). Para ter acesso, o participante precisa digitar CPF e senha no site http://enem.inep.gov.br/participante. O resultado também pode ser conferido pelo aplicativo oficial do Enem.

Logo após a divulgação, a página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) apresentou instabilidade. No Twitter, usuários reclamavam que não conseguiam checar as notas.

Por volta das 12h, a presidente do Inep, Maria Inês Fini, admitiu o problema. “A consulta está à disposição, embora nosso site esteja sofrendo inúmeros ataques de pessoas que torcem contra a educação brasileira”, disse Maria Inês Fini.

A presidente do Inep não deu detalhes de como ocorreram ou quem seriam os responsáveis pelos atos contra a página do Enem. “Estamos reagindo a esses ataques, tentando recuperar e colocar novamente no ar”, afirmou Maria Inês.

Segundo o site “Is it down right now”, que acompanha a estabilidade de serviços conectados, a página enem.inpe.gov.br chegou a ficar fora do ar para todo mundo. O problema no acesso começou por volta das 11h30.

Dados e acesso

Os candidatos podem conferir as notas de cada uma das quatro provas – ciências humanas, ciências da natureza, linguagens e matemática – e da redação.

Para fazer a consulta, o participante deve fazer login no site do Enem com dados pessoais e senha. Quem perdeu o código pode resgatá-lo no botão “esqueci minha senha” disponível no site http://enem.inep.gov.br/participante.

Usos das notas do Enem

As notas do Enem podem ser usadas para disputar vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificado (Sisu), ou ainda para bolsas e financiamentos em universidades privadas.

SISU
Inscrições: 24 a 27 de janeiro

PROUNI
Inscrições: 30 de janeiro a 2 de fevereiro

FIES
Inscrições: 6 a 9 de fevereiro

O Programa Universidade para Todos (Prouni) oferece bolsas de estudo na rede privada, e leva em contaa partir do desempenho no Enem e da situação socioeconômica do candidato. Com a nota do Enem, também é possível participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

No Sisu 2017, estudantes que fizeram qualquer uma das três edições do Enem realizadas em 2016 poderão concorrer a uma das 238 mil vagas.

Candidatos com mais de 18 anos podem ainda usar o Enem para receber a certificação do ensino médio.

Queda no desempenho

Se considerada a média total dos participantes, houve queda na nota em ciências humanas e ciências da natureza. No mesmo critério, subiu o resultado geral em linguagens e em matemática.

Já em redação diminuiu o total de alunos que conseguiram nota mil, que é a máxima possível. O Inep ainda apontou que houve aumento significativo na parcela de participantes que tiraram nota zero.

Caderno de prova do Enem 2016 (Foto: )

Mudanças no Enem 2017

Nesta quarta também foi aberta a consulta pública que vai reunir sugestões de mudanças no Enem. As contribuições podem ser enviadas em um formulário disponível no link http://www.inep.gov.br/. A consulta pública está aberta até 10 de fevereiro.

O MEC estuda maneiras de economizar na realização do próximo exame. Entre as decisões já tomadas está eliminar uma das funções do Enem: a certificação de conclusão do ensino médio.

A partir deste ano, pessoas maiores de 18 anos que não terminaram o ensino médio na idade regular deverão fazer o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

Fonte: G1 MA

 

Professores do Maranhão estão entre os mais bem remunerados do país, Destaca imprensa Nacional

O Jornal Hoje, da Rede Globo, destacou, nesta sexta-feira (13), o Maranhão entre os estados com maior salário para professores da rede estadual: R$ 4.985,43. Entre os pisos salariais pagos pelos estados, o menor é do Rio Grande do Sul, com o valor de R$ 1.260.
Estudo feito pela Secretaria de Transparência e Controle (STC) em dezembro de 2016, revelou que o Governo do Maranhão paga o maior salário da Região Nordeste e o segundo maior do Brasil aos professores da rede pública estadual, em início de carreira.

Para levantamento da STC, foram solicitadas informações de todos os estados e do Distrito Federal sobre a remuneração inicial da carreira de professor de Ensino Médio, ocupante de cargo efetivo, com licenciatura plena e em jornada de 40h (quarenta horas) semanais. Em alguns estados não há jornadas de 40h semanais e o valor indicado pela STC foi calculado proporcionalmente a partir da remuneração de outra jornada. Apenas os estados do Amapá, Pernambuco e Rondônia não encaminharam as informações.

“A valorização da educação no nosso Estado é um compromisso do governador Flávio Dino, que desde os primeiros dias de sua gestão vem trabalhando incansavelmente para alavancar os índices educacionais do Maranhão. São medidas que vão desde a realização de concurso público, promoções e ampliações de matrículas, além de reajustes salariais e melhorias que foram feitas nos espaços escolares, com intervenções em mais de 300 escolas da Rede Pública, que garantem condições dignas para o ensino e aprendizagem de nossos estudantes e valorização da nossa rede de profissionais”, afirmou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

Constatou-se que os estados pagam em média o valor de R$ 2.874,17 como remuneração aos professores em jornada de 40h. Já o Governo do Maranhão paga o valor de R$ 4.985,43 aos professores em início de carreira, como os concursados que recentemente foram empossados, ficando atrás apenas do Distrito Federal, que paga um pouco mais. O professor da rede pública estadual do Maranhão recebe R$ 2.111,25 a mais que o valor da média nacional.

Investimentos em educação

O Governo do Maranhão tem realizado importantes investimentos na Educação, como reformas das escolas estaduais que estavam deterioradas, requalificando-as, garantindo dignidade aos alunos e aos professores. O Estado prevê investimento de R$ 27 milhões para a recuperação das 211 escolas em 117 municípios do estado. Com a reforma de mais essas unidades, o Governo do Estado, por meio do programa Escola Digna chegará ao número de 574 prédios escolares recuperados, beneficiando até o final do primeiro semestre de 2017.

Maranhão terá sete Núcleos de Educação Integral

Governo do Estado também está investindo na expansão da rede de educação em tempo integral no Maranhão. Nesta quinta-feira (12), o governador Flávio Dino assinou ordens de serviço para a construção de sete Núcleos de Educação Integral, que comtemplarão os municípios de Santa Inês, Vargem Grande, Codó, Viana, Açailândia, Zé Doca e Santa Luzia. Com investimento de R$ 5,5 milhões em cada unidade, totalizando mais de R$ 35 milhões, a construção destes núcleos beneficiará aproximadamente 25 mil estudantes da Rede Pública Estadual e das redes municipais.

De acordo com o governador Flávio Dino, o Maranhão já tem em curso a estratégia para cumprir a meta do Plano Nacional de Educação, de chegar a 30% dos alunos em escolas de tempo integral. Para isso, o Governo do Estado já conta com três unidades do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia (Iema), outros quatro entrarão em funcionamento em 2017, além de mais 11 escolas de tempo integral (Educa Mais) que também começarão a funcionar este ano.

Com a construção de mais sete Núcleos de Educação Integral, o Maranhão sairá de nenhuma para 30 unidades de educação em tempo integral em 2018. “De modo que são as três estratégias que nós temos como complementares, para que nós possamos chegar ao mesmo objetivo. Temos uma meta fixada em lei. Isso exige um esforço continuado. O Maranhão está no rumo certo”, ressaltou o governador.

Governo do Estado autoriza construção de sete Núcleos de Educação Integral

Os municípios contemplados são Santa Inês, Vargem Grande, Codó, Viana, Açailândia, Zé Doca e Santa Luzia

Assinatura da ordem de serviço para construção de sete Núcleos de Educação Integral

O governador do Maranhão, Flávio Dino, assinou, nesta quinta-feira (12), ordens de serviço para a construção de sete Núcleos de Educação Integral, que atenderão milhares de alunos da rede pública, nos municípios de Santa Inês, Vargem Grande, Codó, Viana, Açailândia, Zé Doca e Santa Luzia. “Nosso objetivo é melhorar e estender o ensino integral no Maranhão. Esse é um projeto que está no caminho certo”, afirmou Flávio Dino.

Os núcleos fazem parte de um modelo de transição entre a educação regular e o ensino em tempo integral, e serão construídos para atender estudantes de diversas escolas da região, que poderão exercer atividades no contraturno. “Os Núcleos de Educação Integral são estruturas que vão servir a viárias escolas ao mesmo tempo”, detalhou o governador.

Com recursos da ordem de R$ 5,5 milhões, a construção destes núcleos beneficiará aproximadamente 25 mil estudantes potenciais da Rede Pública Estadual e das redes municipais. “Os núcleos estarão de portas abertas para atender, também, alunos das redes municipais e até mesmo estudantes de outras cidades que tenham interesse em integrar os núcleos. São obras de grande relevância, e demonstram, mais uma vez, o compromisso do governador Flávio Dino com a educação maranhense”, destacou o secretário de Educação do Maranhão, Felipe Camarão.

Também presente na cerimônia, o secretário de Infraestrutura do Estado, Clayton Noleto, apresentou o projeto de infraestrutura dos Números de Educação Integral. Os núcleos serão construídos especialmente para o desenvolvimento de atividades complementares aos componentes curriculares da escola regular, nos quais os estudantes poderão desenvolver diversas atividades artísticas, esportivas, de laboratórios, reforço escolar, entre outras.

A Rede Estadual de Ensino do Maranhão deu um importante salto na oferta do Ensino Médio, com foco na formação integral. Em 2017, mais 15 centros de ensino passarão a funcionar em tempo integral, sendo 11 Centros de Educação Integral, os chamados Centros ‘Educa Mais’, que entrarão em funcionamento em seis cidades, além de mais quatro unidades plenas do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) que estão sendo instaladas em quatro municípios. Com estas unidades, o Maranhão passará a ter mais de 6,5 mil alunos da rede pública estadual cursando o Ensino Médio em escolas de tempo integral.

Desde os primeiros dias da gestão, o governador Flávio Dino vem centrando esforços para retirar o Maranhão das últimas posições nos indicadores educacionais e uma das ações adotadas como estratégia para mudar esse cenário é o desenvolvimento integral do estudante maranhense, com a implantação da educação em tempo integral na Rede Estadual de Ensino. Começamos com os IEMAs, que integram o ensino médio com a oferta de cursos técnicos, e agora estamos partindo para as escolas acadêmicas”, destacou Felipe Camarão.

Os Centros ‘Educa Mais’, como serão chamadas as unidades de Educação de Tempo Integral, estão sendo instalados em escolas da rede estadual nos municípios de São Luís (seis unidades), Alcântara (1), Santa Inês (1), São José de Ribamar (1), São Bento (1), Timon (1). As unidades atenderão cerca de 5 mil estudantes da Rede Estadual, com este novo modelo de escola pública que visa o desenvolvimento dos estudantes em todas as suas dimensões – intelectual, social, cultural, física e emocional.

Fonte: Jornal Pequeno