EM ENTREVISTA NONATINHO FRAZÃO CONFIRMA PRÉ CANDIDATURA A PREFEITO E AFIRMA “POLÍTICA DE PERSEGUIÇÃO SERÁ BANIDA EM PIRAPEMAS”

NONATINHO FRAZÃO FOI O SEGUNDO PRÉ – CANDIDATO A PREFEITO DE PIRAPEMAS ENTREVISTADO NUMA SÉRIE DE RODADAS DE ENTREVISTA QUE O ME INFORMO REALIZA PELA REGIÃO VALE DO ITAPECURU. 

Raimundo Nonato Frazão Sobrinho, o popular Nonatinho Frazão, é natural de Pirapemas/Maranhão, onde reside na rua Luís Soares até os dias atuais. Nascido aos dias 03/02/1974, é casado com Rejane Frazão com quem constituiu uma família com cinco filhos. Possui formação em técnico de processamento de dados, já trabalhou na iniciativa privada e pública e atualmente é empresário no ramo de consultoria de informática.

Nonatinho ao lado da esposa e dos filhos.

Candidato no último pleito eleitoral de 2016, Nonatinho Frazão obteve 4.885 votos, o que representa (47,88%) dos votos válidos, vencido apenas pelo adversário em uma margem considerada apertada (52,12 %).

Como liderança oposicionista bem consolidada, Nonatinho Frazão reúne hoje todas as condições necessárias para ser proclamado pré – candidato a prefeito com amplas chances de favoritismo.

VEJA NA INTEGRA A ENTREVISTA DE NONATINHO FRAZÃO PRÉ – CANDIDATO A PREFEITO DE PIRAPEMAS:

1. Quais os principais desafios a serem enfrentados na área de educação de Pirapemas?
Nonatinho: Quando se fala em educação, é importante nos reportamos ao título que Pirapemas já obteve no passado como “cidade dos Doutores”, de pessoas de grande intelectualidade, então esse título já não existe mais, entretanto, precisamos mostrar que temos muita gente preparada, um corpo de professores da melhore magnitude e que estar desvalorizada pelo poder público. A cidade dispõe de excelentes profissionais na educação, sem necessidades de importar mão de obra, então, pode – se a partir daí, formar uma boa assessoria técnica e de apoio pedagógico para avaliar constantemente as problemáticas da educação. Sabemos que o recurso do FUDEB é tabelado, FUNDEB 60 e FUNDEB 40, esse último contribue com a finalidade de executar a política educacional junto ao PDDE (dinheiro direto na escola) para pequenas compras de emergências.

Temos como objetivo ainda, não só cuidar dos professores, mas de todo um conjunto que fará com que nossa educação melhore os índices. Precisamos melhorar a infraestrutura, com escolas adequadas, climatizadas e também, melhorar o transporte escolar, dando dignidade no translado de nossos alunos, pois, hoje é muito triste a realidade da frota escolar, totalmente sucateada, sem condições de acessibilidade aos portadores de necessidades especiais, sem monitoria para acompanhamento dos alunos, não tem os equipamentos de segurança, o transporte escolar atual estar sem nenhuma condição, está fora dos padrões recomendados pelo MEC. Isso é algo que não dar mais pra tolerar, o povo não aceita mais tamanhos maus tratos com nossas crianças e adolescentes que moram na zona rural e que precisam continuar seus estudos.

Para termos uma ideia, tem local aqui em Pirapemas que não chega ônibus, ou seja, temos localidades onde as pessoas são desassistidas por transporte, tendo que percorrer vários quilômetros a pé ou de bicicleta, inclusive essa questão é motivo de reclamações por parte de pais de alunos que precisam desse serviço.

Temos como meta dentro do nosso grupo político, um plano de criar em parceria com o governo do Estado, um anexo para o ensino médio no povoado Matões, Estirão e Nova Vida decentralizando a educação, e aproveitando algumas estruturas escolares desses locais que não são utilizadas devidamente. Vamos combater a evasão escolar, possibilitando a conclusão dos estudos dos nossos munícipes que habitam no eixo rural que compreende esses polos. Quanto a essa questão do combate a evasão escolar, temos que realizar um censo com um diagnóstico preciso para não afastar nossas crianças do ambiente de estudo, das recreações e do acompanhamento dessas famílias pelos órgãos municipais, tanto da educação como da assistência social.

Objetivamos ainda, atrair educação técnica profissional e superior, educação será prioridade.

2. A área da saúde tem sempre um gargalo para atingir uma eficiência. Como você ver essa questão e o que faria para melhorar a saúde pública de Pirapemas?
Nonatinho: Hoje nós temos um hospital que foi construído pelo governo do Estado, então, temos a infraestrutura, mais se formos pegar a fundo, a saúde de Pirapemas está doente, não temos medicamentos na farmácia básica, além do sofrimento dos agentes de saúde que não possui incentivo. A prefeitura não fornece fardamento, nem material de apoio e suporte ao trabalho desses profissionais. Então no que diz respeito à saúde preventiva, temos que unir os profissionais da saúde, valorizando as equipes de atenção básicas, porque saúde preventiva ainda é a chave de sucesso de uma assistência melhor, na casa do cidadão e com todo acompanhamento dos profissionais do PSF, médicos, enfermeiros e demais profissionais, ainda acrescento que as palestras de cunho social e educacional vão acontecer com frequência e com o publico vulnerável.

No que tange ainda área da saúde, é preciso que deixe claro que temos em mente colocar duas ambulância de menor porte, no Estirão e Nova Vida, que são polos importantes que precisam de uma ambulância permanente para prestar socorro a nossa população.

A saúde precisar ser humanizada, com atendimento de qualidade desde o início do primeiro atendimento com os profissionais qualificados, sabe – se que, o munícipio precisa adotar um mecanismo de escolha na seleção dos profissionais, pois já tivemos casos de negligencias na cidade, e isso coloca em suspeita o sistema como um todo, isso não iremos permitir.

Para concluir, é preciso que se diga que governar é sem dúvida cuidar das pessoas, portanto, vamos implantar as especialidades médicas, cardiologista, oftalmologista, ortopedista e preparar uma equipe boa de fisioterapia e buscar recurso para criação de um centro de reabilitação, garantir assistência com exames básicos tipo raio x, além de ultrassom e outros mais avançados.

3. Qual o seu ponto de vista para infraestrutura urbana e rural?
Nonatinho: Quando se fala em infraestrutura, o primeiro ponto que temos a fazer é cuidar da limpeza pública, coisa que não acontece hoje. O visitante que chega se depara com lixo no início da cidade, dentro da sede e nas zonas mais afastadas. Isso precisa ser combatido, vamos buscar parceria para trabalhar a coleta seletiva para melhorar a limpeza pública.

Outro ponto é cuidar do nosso patrimônio, zelando pelos prédios públicos e ainda, dar vida ao nosso mercado público que hoje encontra – se abandonado, os feirantes reclamam que trabalham sem nenhum conforto e condições mínimas de trabalho e consequente diminuição das vendas. No meu possível governo, vou criar a casa do trabalhador acoplado ao mercado da praça para dar apoio as pessoas da zona rural, os produtores rurais que se deslocam para sede vão ter um suporte, com sala de espera, cadeiras, banheiros e TV. Hoje esse público é desamparado pelo poder público.

É importante salientar ainda que, Pirapemas precisa passar por um processo de urbanização, com paisagismo e iluminação pública de qualidade e melhorias em vias urbanas. O próprio centro administrativo sede do executivo esta em ruínas e precisa ser modernizado. Na zona rural vamos garantir a abertura de estradas vicinais e realizar a recuperação delas, pois o atual governo engana a população raspando e muitas vezes os serviços são de péssimas qualidades. Será um grande desafio fazer uma nova infraestrutura rural em nosso município, mas estamos preparados para essa missão.

4. Qual a sua visão para a área de Assistência Social?
Nonatinho: A primeira medida é fazer um levantamento, um senso com um diagnóstico preciso da nossa realidade, como por exemplo, saber quantos idosos têm acamados, deficientes físicos, idosos e crianças e de preferencia por faixa etária para não atiramos no escuro e levar as políticas de assistência social atingindo seu público alvo com eficiência. Vamos criar o centro de referência para os idosos em que se trabalha a motivação, criatividade e a constante inclusão vinculo. Temos que dar apoio e suporte as equipe multidisciplinar do CRAS e CREAS em uma gestão compartilhada com as demais secretarias. Trabalharemos uma política pública para as mulheres, para as adolescentes no enfrentamento da gravidez com acompanhamento e prevenção, evitando gravidez indesejada e doenças sexualmente transmissível/DSTs.

5. Suas considerações Finais
Nonatinho: Eu gostaria de dizer aos leitores que estou preparado para encarar esse grande desafio, que é representar o nosso município, dizer aos senhores que daremos apoio as nossas manifestações culturais, religiosas e datas cívicas, como o 7 de setembro e o aniversario da nossa cidade. Ainda temos um projeto social a ser desenvolvidos para os nossos jovens.

No nosso governo vamos intensificar e resgatar através da secretaria de Esporte e Lazer as várias práticas esportivas, dando incentivo aos nossos jovens. O apoio ao agricultor rural que precisa vender o excedente de sua produção é algo que terá nosso total apoio, com uma logística disponível ao homem do campo.Minha retribuição será por meio de gestão, respondendo aos anseios do nosso povo, a gestão será de todos nós, a política de perseguição será banida em Pirapemas. Agradeço a Deus pela vida, pela oportunidade de me direcionar a milhares de internautas, e ao Me Informo pela oportunidade da entrevista.
Estarei sempre à disposição, muito obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *