Em Cantanhede dois criminosos são presos após tentar instalar câmera espiã em banco

Dupla de criminosos foram presos na noite desta quinta-feira (03), na cidade de Cantanhede, a 164 km de São Luís, pelos crimes de tentativa de furto qualificado e corrupção ativa. Os dois homens possuem uma extensa ficha criminal em outros estados por crimes como estelionato, furto, dentre outros.

Antônio Lincoln Ponte Oliveira, de 31 anos, natural do Ceará, e Daniel Fernandes De Araújo, de 36 anos, natural de São Paulo

Os bandidos foram identificados como Antônio Lincoln Ponte Oliveira, de 31 anos, natural do Ceará, e Daniel Fernandes De Araújo, de 36 anos, natural de São Paulo. Eles foram vistos em atitude suspeita no interior de uma agência bancária na cidade de Matões do Norte instalando um equipamento de filmagem na área dos caixas eletrônicos.

Os PMs conseguiram abordá-los nas imediações da cidade de Cantanhede. Eles estavam com um dispositivo com câmera que haviam instalado na agência bancárias.

Os suspeitos não souberam explicar os motivos de terem instalado o dispositivo no interior da agência bancária e ainda ofereceram 15 mil à guarnição da Polícia Militar para serem liberados, momento em que foi dada imediata voz de prisão aos mesmos.

O Centro de Inteligência da Polícia Civil, em apoio operacional à Delegacia Regional de Itapecuru-Mirim, constatou que os criminosos possuem passagem pela Polícia Federal e pelas Polícias Civis de vários outros estados, como Ceará, Rio Grande do Norte e Minas Gerais, sendo contumazes nessa modalidade de crime.

Em uma das ocorrências, no estado de Ceará, os criminosos atuavam acessando o caixa eletrônico e levando as gavetas com os valores. Em outra ocorrência, no Rio Grande do Norte, os criminosos teriam usado tecnologia bluetooth para roubar as senhas dos clientes do banco.

Antônio Lincoln e Daniel Araújo foram encaminhados para a Delegacia Regional de Itapecuru-Mirim para autuação em flagrante pela prática dos crimes de tentativa de furto qualificado e corrupção ativa.

Pelo crime de furto qualificado os envolvidos poderão pegar até 8 anos de prisão, além da pena pelo crime de corrupção ativa, que poderá chegar até 12 anos.

Os presos serão recambiados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

Com Informações do Portal JG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *