Alvo da Polícia Federal no Maranhão é Valter Cesar Silva Oliveira


O alvo da operação da Polícia federal no Maranhão é de Imperatriz. O nome dele é Valter César Silva Oliveira, que é empresário e também proprietário de um canal no Youtube chamado “Nação Patriota”, com 431 mil seguidores.

O canal defende a intervenção militar e faz pedidos de contribuições financeiras aos seguidores.

Ele é proprietário da Construre Construções e Reformas LTDA.

A ação foi batizada pela PF como Operação Lume, uma referência à necessidade de iluminar os investigados para que todos fatos relacionados à autoria, materialidade e circunstâncias  de financiamentos desses grupos sejam revelados. Estava prevista antes da operação que realizou prisão da ativista Sara Giromini, deflagrada na segunda-feira. Porém, como as prisões eram mais urgentes, houve uma mudança na cronologia da operação.

O objetivo dos investigadores é descobrir os financiadores  do grupo que tem realizado protestos pelo fechamento do Congresso Nacional e com ataques ao Supremo Tribunal Federal. A suspeita é da prática de crimes enquadrados na Lei de Segurança Nacional.

A Polícia Federal deflagrou operação contra bolsonaristas acusados de apoiar a realização de atos antidemocráticos, que pedem o fechamento do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal. A PF cumpre 21 mandados de busca e apreensão solicitados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e autorizados pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Maranhão, Santa Catarina e no Distrito Federal.

Por Clodoaldo Corrêa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.