Homem é preso por suspeita de matar a mãe espancada; suspeito deixou a cadeia dias antes

Igor Gomes de Moraes Alves

Igor Gomes de Moraes Alves, de 29 anos, foi preso na Zona Oeste da capital fluminense por suspeita de bater em sua mãe até a morte. O homem já havia sido preso alguns dias antes por tráfico de drogas, a vítima foi quem tinha tirado o suspeito da prisão, conforme o G1.

A versão de que Igor teria matado Lúcia Regina Gomes Alves, de 70 anos, é apontada pela polícia. Vizinhos ouviram a discussão entre mãe e e filho e acionaram a polícia. No entanto, na chegada dos agentes a idosa já estava sem vida no último sábado (6).

Ainda segundo a polícia, a discussão teria acontecido por conta de um pedido de hambúrguer, no qual Igor queria, mas a mãe não.

Ele não foi somente solto na véspera. Quem recebeu ele e quem avalizou que, inclusive, ele tinha endereço fixo foi a própria mãe. A mãe foi no presídio, saiu com ele de lá. Eles foram pra casa e começou todo esse problema, que culminou com a morte dessa senhora”, explicou o delegado Antonio Ricardo Nunes.

“Ele mesmo informou que nesses dias, ele foi liberado da prisão. Agora cabe esclarecer, as investigações vão prosseguir, para esclarecimento do motivo da tamanha violência desse filho, chegando a matar a mãe”, disse a delegada Cristiane Carvalho.

Sem trabalho, Igor recebia mesada da mãe e após o crime foi para seu apartamento, próximo ao da mãe, na região da Barra da Tijuca. O suspeito foi encontrado pelos policiais dormindo e foi preso. Ele confessou o crime e não aparentou estar arrependido, segundo os policiais.

Autuado por feminicídio, Igor pode pegar até 30 anos de prisão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.