BRUXARIA VERMELHA EM CANTANHEDE

Um triângulo com sinais de bruxaria foi montado em Cantanhede e a cidade amanheceu com rituais de magia negra nas três entradas da cidade.

A entrada na altura do Portal da cidade, a entrada na altura da Vila Brasil e a entrada na travessia do Rio Itapecuru, com velas, galinhas, farinha, vinho, um pano vermelho e um prato também vermelho, constituindo assim, elementos ilustrativos do ritual do mal.

O mais estranho de tudo é que os despachos foram encontrados na mesma manhã (12), em que também marcou a realização da convenção partidária do ex-prefeito, Zé Martinho.

Em 2016, a campnha foi marcada pela presença de Ruthnéia de Teresina, que chegou a ser a manda-chuva do final da administração passada e usou e abusou desse artifício. Há quem diga, que ela já tenha desembarcado novamente em Cantanhede e que esteja bem guardada, realizando seus trabalhos nos bastidores.

Se o vermelho dos rituais não for o mesmo da campanha do ex-prefeito, não se pode negar a existência de um bode de adoração que Zé Martinho mantém sobre sua guarda, na casa da Rua do Cajueiro. Cantanhede é uma cidade com uma forte presença cristã de católicos e evangélicos, mas agora, fica novamente ameaçada pelos rituais de adoração ao satanismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.