CANTANHEDE: SAÍDA HONROSA DE KABÃO


Existem momentos, em que a chamada “saída honrosa” pode ser a saída.

Amanhã, segunda-feira, 26, pelo calendário eleitoral será o último dia para substituição de candidatura, e aí uma outra frase tem mexido com o cérebro do ex-prefeito, Zé Martinho: a chamada “por conta e risco“.

A expressão utilizada pelos membros do TSE em relação aos candidatos que concorrem por sustentação de uma liminar tem sido a mais completa tradução da cara de Zé Martinho em suas fotos, uma reação esculpida em mármore de Carrara.

Em Cantanhede, nesta campanha, a palavra liminar nunca foi tão pronunciada, foi liminar para concorrer e foi liminar até para impedir a divulgação de pesquisa.

Em queda livre, Kabão poderá usar do seguinte artifício para fugir de uma derrota estapafúrdia: não pede substituição até o final do dia de amanhã e deixa cair a liminar antes do dia 15 de novembro, assim sendo, ficaria fora do páreo, não teria o desgaste ultra individual de ter que indicar alguém para sua vaga e muito menos de ter que bancar o gasto na reta final com outro nome; e pior de tudo, sair de cena com uma sonora goleada. A equipe jurídica do ex-prefeito já o deixou consciente de todas as espinhas que podem arranhar sua já desgastada garganta.

A vinte dias das eleições, somente um fato novo poderia trazer Kabão ao páreo.

Para alguns defensores do ex-prefeito, o erro crucial foi achar que bastaria a declaração de apoio de um antigo rival para a varinha de condão fazer efeito à lá Harry Potter. Para outros decanos da política cantanhedense o erro maior foi achar que o prefeito Ruivo estaria “morto politicamente” e abusar da velha prática de empurrar uma pesquisa onde Ruivo não teria 30% dos votos seria uma grande cartada do mestre dos mestres.

No momento, qualquer pesquisa que for divulgada por aliados de KABÃO será um atestado que as anteriores foram mais falsas que nota de três reais. Na verdade, o atual prefeito a um ano das eleições já aparecia com 30% das intenções de voto. Do outro lado da linha divisória do campo, caso Ruivo venha atingir entre 58% e 62% dos votos seria sem dúvidas uma vitória acachapante para celebrar a despedida de KABÃO da vida pública e a consagração de Ruivo como o mais novo líder político de Cantanhede.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.