BOMBA!! Após áudio de vereador, Câmara de Estreito deve ser alvo do Ministério Público sobre possíveis ‘rachadinha’


Um áudio vazado do vereador de Estreito, Helismar Moreira, levanta fortes indícios de possíveis rachadinhas. Ou seja, quando valores do salário de alguém, aluguel ou serviço prestado é dividido entre o presidente da casa e terceiros.

Na matéria postada pelo site Enquanto isso no Maranhão. O parlamentar afirmou em seu áudio que o presidente da Câmara de Estreito, vereador Tavanes Firmo, teria ‘empregado’ um aliado do atual prefeito, identificado como Pastor Alex de Imperatriz.

Porém, Alex é vereador do município de Imperatriz e consequentemente de forma legal, não poderia ocupar ou receber salário na Câmara de Estreito. A única forma para isso acontecer, seria as famosas ‘rachadinhas’.

O caso deve ser denunciado nos próximos dias no Ministério Público. Um simples pedido de quebra de sigilo telefônico e bancário, pode revelar um grande esquema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *