Covid-19: Bares e restaurantes estão proibidos de funcionar em São Luís, a partir de segunda-feira

O governador Flávio Dino anunciou nesta sexta-feira (12), que bares e restaurantes estão proibidos de funcionar entre os dias 15 e 21 de março na Ilha de São Luís, isso contempla a capital, Paço do Lumiar, São José de Ribamar e Raposa. As Igrejas e templos religiosos vão funcionar apenas com 30% da sua capacidade. As demais medidas restritivas vão ser mantidas até o próximo domingo, dia 21 de março, isso engloba a proibição de aulas presenciais, o serviço público estadual suspenso, assim como o funcionamento do comércio entre 9h e 21h.

Flávio Dino descartou nesse momento a decretação de um lockdown, mas que isso vai depender do avanço da pandemia no Maranhão.

Outra medida adotada pelo governador Flávio Dino é que a partir de agora, os municípios só vão receber novas doses das vacinas, caso alcancem a meta de 70%. Atualmente, apenas cinco cidades não cumpriram a meta de 60% estipulada semana passada.

Um novo hospital de campanha vai ser aberto nos próximos dias. A região que receberá essa unidade, está sendo avaliada pelo secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo.

Auxílio emergencial

Flávio Dino anunciou um auxílio emergencial de R$600 em parcela única que será pago até o dia 19 de março aos artistas. Outro valor de R$1000 será destinado aos empresários de bares e restaurantes para que eles não demitam os trabalhadores por conta do fechamento dos estabelecimentos.

Diego Emir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.