Léo Cunha pretende gastar quase R$ 1 milhão com caixões em Estreito no início do seu mandato

O prefeito de Estreito, Léo Cunha (PL), pretende gastar no início do seu mandato em Estreito, quase R$ 1 milhão com a compra de caixões e serviços funerários.

O novo gestor parece não querer o bem da cidade e da população, prevendo a morte de dezenas de Estreitenses. De acordo com termo de referência, ele pretende gastar R$ 892.732,15, quase um milhão de reais para compra de urnas entre outros serviços funerários.

O valor por exemplo, daria para comprar cerca de 800 caixões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.