ELEIÇÕES 2022: Josimar de Maranhãozinho reafirma pré-candidatura ao Governo e se afasta de Flávio Dino

O deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL), em Live na noite de segunda-feira (05), ao lado dos deputados Júnior Marreca (federal) e Detinha (estadual), reafirmou que é mesmo pré-candidato ao Governo do Maranhão em 2022.

Josimar deixou claro que vai mesmo disputar o comando do Palácio dos Leões, mas fez questão de dizer que não será candidato pelo grupo político do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), ao contrário, afirmou que tem sido ignorado pelo comunista.

Ficou claro quando o governador afirmou que seu grupo político teria dois pré-candidatos, meu nome não foi citado, logo não posso me considerar pré-candidato do grupo político do Flávio Dino. A última vez que conversamos com o governador foi no início de 2020, de lá para cá temos sido ignorados na busca de um diálogo”, afirmou Josimar, que disse ainda que quer “ser governador para acabar com a pobreza do Maranhão”.

Josimar criticou ainda a postura do secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, pelo fato do gestor não ter destacado o apoio da Bancada Federal Maranhense ao estado no enfrentamento da Covid-19. O pré-candidato ainda lembrou que não tem sido fácil viabilizar recursos para o Maranhão, principalmente pela postura do próprio Flávio Dino diante do Governo Federal, e disse que o mínimo que se poderia esperar era o reconhecimento do esforço da Bancada Federal.

O pré-candidato voltou a falar de uma operação da Polícia Federal que acabou sendo um dos alvos. Josimar disse que tudo será esclarecido e que está sendo alvo de perseguição política.

Tudo será esclarecido durante um curto período e tenho certeza que não passou de uma perseguição política. Vocês maranhenses sabe que é difícil como um homem como eu, sem pedigree político, chegar onde chegamos. Se os meus adversários acham que vão me enfraquecer com essas perseguições, estão enganados”, destacou.

É aguardar e conferir, mas pelo visto Josimar de Maranhãozinho está disposto a brigar pelo Governo do Maranhão, sem o apoio do governador, só não deixou claro se terá coragem de romper e se colocar como Oposição a gestão de Flávio Dino.

Jorge Aragão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *