Professor da UEMASUL morre aos 67 anos por complicações da Covid-19 em Imperatriz

Antônio Augusto Brandão Frazão morreu neste sábado (10) em Imperatriz, segunda maior cidade do estado. Natural do Pará, o professor consolidou sua carreira no Maranhão.


O professor universitário Antônio Augusto Brandão Frazão, conhecido como professor Frazão, de 67 anos, morreu neste sábado (10) vítima de complicações da Covid-19 em Imperatriz, cidade localizada a 629 km de São Luís.

Antônio Frazão estava internado há alguns dias no Hospital Macrorregional Ruth Noleto, em Imperatriz, após testar positvo para o novo coronavírus.

Natural de Santarém, no Pará, Antônio Frazão consolidou sua carreira profissional em Imperatriz. Ele era químico toxologista, filoterapeuta, pesquisador de botânica e era professor da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL) e de instituições da rede particular de ensino.

A UEMASUL emitiu uma nota de pesar lamento a morte do professor Antônio Frazão. A instituição afirmou que ele foi responsável para a formação de diversos profissionais e pela valorização dos elementos naturais da região.

Veja a nota na íntegra abaixo:

Nota de pesar da UEMASUL sobre a morte do professor Frazão:

A UEMASUL se solidariza aos familiares e amigos pelo falecimento do professor Antônio Augusto Brandão Frazão, ocorrido hoje, dia 10 de abril de 2021. O Professor do Centro de Centro de Ciências Exatas, Naturais e Tecnológicas da UEMASUL era referência na região na pesquisa da ação farmacológica de medicamentos fitoterápicos.
Professor Frazão, como era carinhosamente conhecido, se tornou figura popular em Imperatriz e contribuiu com a formação de diversos profissionais. Comprometido com sua missão de ensinar, o professor marcou gerações dentro e fora de sala de aula. Sua contribuição para a educação e para a valorização dos elementos naturais e regionais estão presentes em amigos, alunos e profissionais que tiveram em suastrajetórias a doação de conhecimento do professor Antônio Augusto Brandão Frazão.”

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *