BOMBA: ‘Falso médico’ estaria atendendo no hospital de Estreito na gestão de Léo Cunha


A gestão do atual prefeito de Estreito, Léo Cunha (PL) tem sido marcada desde o início por escândalos. Desta vez é ainda mais graves, um morador do município denunciou nas redes sociais, um possível falso médico atendendo e dando plantão no hospital do município.


Trata-se de Mical Lima Sampaio, que estaria atendendo no Hospital Municipal de Estreito. Segundo a denúncia do morador, até ano passado, Mical era proprietário de um açougue no município.

Essa não é a primeira denúncia contra Mical. No ano de 2015 ele foi preso em Balsas, acusado de exercício ilegal da profissão de Advogado.

A denúncia desta vez por se tratar da Saúde, deve ser acompanhada pelo Ministério Público em Estreito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.