Prefeito do PDT usou sua conta para receber verbas desviadas, aponta Gaeco

O prefeito de Bom Jesus das Selvas, Luís Fernando Lopes Coelho (PDT) está sendo investigado por suposta participação em esquema fraudulento montado dentro do próprio Executivo Municipal. O gestor teria recebido cifras altíssimas em sua conta bancária pessoal, oriundos de contrato ilegal de locação de veículos.

Os repasses foram detectados pelo Laboratório de Tecnologia Contra Lavagem de Dinheiro e demonstram volumosas transações financeiras atípicas, em montantes que superam dezenas de milhões de reais. Segundo o Ministério Público, há indícios de irregularidades em contratos firmados pela prefeitura para a locação de veículos leves e pesado.

Entre as movimentações foi identificado o recebimento de dinheiro em conta corrente pelo prefeito, vice-prefeito, secretários municipais, presidente da Câmara Municipal, vereadores e diversos servidores públicos municipais, por meio de transferências diretas feitas pelas empresas.

A Operação KM Zero, integrada pela Promotoria de Justiça de Buriticupu, o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público do Maranhão, com auxílio da Superintendência Estadual de Combate à Corrupção (Seccor), foi deflagrada na manhã desta quarta-feira, 24.

Durante a ação, foram realizadas buscas e apreensões de bens e valores para a reparação civil dos danos causados aos cofres municipais.

Neto Ferreira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.