BOMBA! Ministério Público abre investigação criminal para investigar a “farra dos caixões” na gestão de Léo Cunha de quase R$ 1 milhão de reais

O Ministério Pública do Maranhão através do promotor Eduardo André de Aguiar Lopes abriu um Procedimento Investigatório Criminal (PIC) para apurar possível crime de frustração do caráter competitivo
da licitação de urnas funerárias no Município de Estreito (MA).

De acordo com dados do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão através do Sistema de Acompanhamento de Contratações Públicas (SACOP) a gestão de Léo Cunha e Verbena Macedo, fechou quase R$ 1 milhão em contratos para compra de caixões apenas no ano de 2021.

Apenas um dos contratos para aquisição de urnas e serviços funerários foi fechado pelo valor de R$ 833.470,00 mil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.