Zé Reinaldo diz que Weverton Rocha agiu “egoisticamente”

O ex-governador José Reinaldo Tavares, disse em entrevista ao Abrindo o Verbo, na Rádio Mirante AM que o senador Weverton Rocha (PDT) agir “egoísticamente” ao manter a sua pré-candidatura ao governo do Maranhão, mesmo contra a vontade do governador Flávio Dino (PSB) que decidiu pelo nome do vice-governador Carlos Brandão.

Segundo José Reinaldo, o governador Flávio Dino nunca pensou em escolher o nome do senador Weverton Rocha como candidato do seu grupo político.

E por não ter sido o escolhido, o pedetista decidiu romper e manter a sua pré-candidatura ao governo do Maranhão.

Weverton, egoisticamente, resolveu que só aceitaria a decisão do Flávio se fosse o nome dele (escolhido pelo governador para receber o apoio para a eleição de 2022). Como Flávio, eu acredito, como nunca pensou nisso, se não tinha se preparado, ele (Weverton) achou melhor romper. Flávio disse que o candidato dele era Brandão, e ele submeteu o nome ao grupo. Mas Weverton quando viu isso, ele então resolveu dizer que não ficou nada pra reunião. Então vou me embora e lançar minha candidatura. Então, quem rompeu foi Weverton e não o Flávio”, disse José Reinaldo Tavares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.