MATA ROMA: Prefeito do PDT pode ter o mandato cassado por “Café”, bolinhos e compra de votos


O chamado “Café do Besa”, instrumento de campanha utilizado pelo prefeito eleito de Mata Roma, Besaliel Albuquerque (PDT), deve acabar saindo muito mais caro do que o planejado.

Nesta terça-feira (29), o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) julga Ação de Investigação Eleitoral que pede a cassação do prefeito por abuso de poder econômico e político em 2020.

De acordo com a denúncia, nos cafés realizados durante a campanha eleitoral, o prefeito fazia “farta distribuição gratuita de alimentos como forma de atrair mais e mais pessoas e [assim] obter vantagens eleitorais”.

Além das provas constarem nas redes sociais do próprio candidato, várias testemunhas confirmaram o benefício. “Toda noite era café com bolo, refrigerante, banana…”, relata um eleitor.

Realizados em várias regiões da cidade, quase que diariamente, durante a campanha, o prefeito anunciava os locais das edições dos próximos eventos em suas redes sociais.

“E ontem nosso Café foi no Povoado bebedouro, é gratificante demais ser tão bem recebido por vocês”, postou o prefeito à época, já convidando para o próximo evento.

Do Matias Marinho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.