“Mais uma medida sem diálogo”, critica Carlos Lula decisão unilateral do Ministério da Saúde


O ex-presidente do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass) e ex-secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, se pronunciou a pouco nas redes sociais sobre a decisão do Ministério da Saúde em colocar fim a Emergência Nacional em Saúde Pública provocada pela Covid-19.

Carlos Lula relembrou que a decisão do Ministério contraria a Organização Mundial da Saúde e atesta a inabilitadade da União em coordenar o combate à pandemia.

A revogação do estado de emergência sanitária é apenas mais uma medida do @minsaude tomada sem diálogo prévio com a sociedade, na contramão da OMS e sob evidente pressão presidencial. É a última pá de cal na tão falada coordenação interfederativa, que simplesmente inexistiu na pandemia.“, escreveu.

Lula também lembrou que os resultados positivos e o baixo índice de casos atuais da Covid-19 se deve aos estados e municípios que “assumiram o papel que caberia ao Ministério da Saúde. A cooperação virou conflito. O resultado todos sabemos: um desastre.“, criticou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.