Matões do Norte: Prefeitura alerta pela vacinação contra poliomielite

A campanha contra a Poliomielite foi prorrogada até (sexta – feira), 14 de setembro. A ampliação tem como meta atingir os 95% de cobertura da vacina, ao todo já foram imunizadas 1010 crianças em Matões do Norte, informou o Coordenador de Imunização do município, Jairo Amorim.

A vacinação tem como público – alvo as crianças de 12 meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias). Mesmo que as crianças nessa faixa etária já tenham tomado às duas doses da vacina, elas devem tomar uma dose adicional durante a campanha.

Para se vacinar, é preciso levar documento de identificação e, se possível, carteira de vacinação e cartão SUS. As doses da campanha continuam disponíveis até sexta—feira, dia 14 de setembro nos postos de saúde de todo o município.

“Em meio ao aumento de casos de poliomielite identificados na Venezuela, o Ministério da Saúde intensificou a campanha de vacinação contra a doença no Brasil, aqui em Matões do Norte a determinação do prefeito Padre Domingos é que todos nós consigamos esse objetivo” – Destaca o secretário Adjunto de Saúde João Pedro.

“O Ministério da Saúde ressalta que a vacinação é de extrema importância para manter o país livre da circulação de poliovírus, tanto nas ações de rotina como na Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite” – destaca a secretária de Saúde de Matões do Norte, Maria José.

O último caso de infecção pelo poliovírus selvagem no Brasil ocorreu em 1989. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que três países ainda são considerados endêmicos para a doença – Paquistão, Nigéria e Afeganistão.

A Doença:
A poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, é uma doença infectocontagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro de paralisia flácida de início súbito.

A transmissão ocorre de pessoa para pessoa, pela via fecal-oral (mais frequente); por objetos, alimentos e água contaminados com fezes de doentes ou portadores; ou pela via oral-oral, através de gotículas de secreções (ao falar, tossir ou espirrar).

Não existe tratamento específico – todas as vítimas de contágio devem ser hospitalizadas. Portanto, a vacinação é a única forma de prevenção da poliomielite e todas as crianças menores de 5 anos de idade devem ser imunizadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *