Em entrevista, Dr. Raimundo Fonseca fala do novo formato de atendimento da Policlínica Matões do Norte

O Me Informo entrevistou o médico Dr. Raimundo Fonseca que atualmente é Diretor Administrativo da Policlínica de Matões do Norte. Dr. Raimundo Fonseca é Especialista em Ortopedia, Ultrassonografias, possui Mestrado em Ciências da Saúde e Doutorado em Medicina Cirúrgica do Joelho e Trauma Ortopédico, é também Professor da Universidade Federal do Maranhão.

Em uma entrevista sobre a nova forma de atuação da Policlínica, o médico e Diretor fala dos novos desafios.

Existiam controvérsias apontando que o Hospital Geral de Matões do Norte iria fechar, gerando algumas polêmicas. O que a população pode esperar desse novo modelo de atendimento criado com a Policlínica?

O formato da Policlínica é um novo modelo adotado pelo Governo do Estado, porque nesse normalmente aparece os resultados bem mais rápido do que do hospital, porque o hospital ele atende aqueles pacientes que tem problemas mais grave, isso é um fato, porém, o hospital tinha aproximadamente 31 leitos, desses, o paciente ficava de longa permanência, tipo alguns ficavam até um mês internado, outros ficavam em média 15 dias e sempre havia uma demanda de espera.

No antigo modelo do HG acontecia cirurgias  ortopédicas, cirurgias  em geral e algumas consultas ortopédicas e com outras especialidades, além de uma média de 200 ultrassonografias. Nesse novo formato a Policlínica vai custar a metade do preço em comparação com o antigo HG e vai atender 3 vezes mais do que antes. A Policlínica vai oferecer em torno de 1500 a 2000 mil atendimentos por mês, então partindo dessa perspectiva, a gente tem certeza que a escolha foi acertiva beneficiando 14 municípios pactuados. O mais interessante é que, o atendimento será pra quem está doente e para quem quer se consultar normalmente, com exames, ultrassonografias e preventivos para as mulheres. É uma questão de pouco tempo e a população saberá do grande valor dessa Policlínica.

A pergunta que não quer calar? A policlínica de Matões do Norte irá voltar a ter cirurgias eletivas?

Bem, é necessário entender que os municípios sozinho não conseguem oferecer um serviço de saúde que contemplem todas as especialidades, aqui oferecemos um serviço diferenciado, a porta de entrada pra o sistema de saúde é no município, então cabe aos municípios organizar sua urgência e emergência, fazer os primeiros atendimentos, cabe ao Estado fazer o atendimento de maior complexidade, de média complexidade e também em alguns casos de alta complexidade, dessa forma o Estado cumpri esse papel em diversas unidades, é o caso da unidade de Matões do Norte, que não era nem de média e nem de alta complexidade, era um Hospital de baixa pra média complexidade. Então essa estrutura não era uma estrutura cara, mas não conseguia resolver todos os problemas dos nossos municípios, tínhamos poucos leitos, mas era suficiente para atender os municípios pactuados, então o Estado agora realizar um trabalho de prevenção e que atenda com especialistas os municípios, dessa forma, acredito que os resultados iram aparecer mais rápido, com mais eficiência. Ressalto também que, no futuro a estrutura hospitalar de antes pode voltar, não foi fechado, o que não deve voltar é um hospital de 30 trinta leitos para uma região que atende 14 municípios. A Policlínica nasce muito forte e tende a dar certo, sem dúvida nenhuma eu acredito nisso.

Qual a mensagem você deixa para os funcionários e a população de Matões do Norte e região?

É importante deixar claro as pessoas que querem saber mais sobre o funcionamento da Policlínica, que acreditem nesse novo formato, é necessário frisar que temos nova estrutura, que visitem e conheçam o que está sendo feito. Porque antes nós tínhamos um hospital que não atendia os casos de livre demanda, nós tínhamos um hospital de poucos leitos e que nunca conseguia alcançar as suas metas de produtividade e agora a gente tem a Policlínica, que é muito mais leve, uma estrutura muito mais ágil, uma estrutura capaz de dar uma resposta mais rápida a população em que o paciente chega consulta com um especialista que pede o parecer de outro profissional com atendimento de imediato, exames feitos na hora, e a realização de vários tipos de diagnóstico, tanto raio-x como exame de laboratório. Isso ajudará os municípios com todo o cuidado que o governo do Estado está tendo com a saúde da nossa regional. É um grande marco, agradeço a nossa equipe de médicos, enfermeiros e corpo técnico e ao nosso secretário de saúde Carlos Lula que sabe da importância dessa unidade hospitalar para região vale do Itapecuru.
Muito obrigado e estamos a disposição!

Ao fim da entrevista, o Diretor Administrativo Dr. Raimundo Fonseca ressaltou as principais especialidades ofertadas na Policlínica de Matões do Norte, são estas:

Gastro;
Ortopedia;
Pediatria;
Ginecologia;
Clínico Geral;
Cirurgia Geral;
Endocrinologista;
Nutrição;
Psicologia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.