BELA VISTA: Quase R$ 190 mil podem ter sido desviados em um dos contratos com recursos do COVID-19

Prefeito Augusto Filho

Quase R$ 190 mil pode ter sido o valor embolsado com contrato superfaturado entre a prefeitura de Bela Vista e a empresa F.P SOUSA ME. De acordo com pesquisa de preço realizada pelo blog do Werberth Saraiva, o contrato de R$ 337.305,00 realizado com dispensa de licitação por conta da pandemia, apresenta diversos produtos superfaturados. São 21 itens entre camas hospitalares, bebedouros, luvas, máscaras e outros que tiveram seus preços inflados para benefício da empresa e da prefeitura.

Entre os produtos que foram supervalorizados estão as máscaras descartáveis. Compradas a R$ 140,00 a caixa com 50 unidades, as mesmas máscaras podem ser encontradas por menos de R$ 23,00. Só com esse item, o vendedor e o comprador podem ter lucrado quase R$ 59 mil. O prope foi outro item superfaturado. Encontrado por R$ 27,00 a caixa com 100 unidades, foi comprado por R$ 65,00, o que pode ter gerado um saldo de 9,5 mil reais.

O valor de R$ 190 mil, que supostamente lucraram com o superfaturamento, chega a ser mais da metade do valor total do contrato firmado. Considerando que os recursos foram aplicados com dispensa de licitação para a aquisição de insumos e equipamentos para o combate ao novo coronavírus, o contrato deve ser investigado pela Polícia Federal, a exemplo do que vem acontecendo em diversas cidades brasileiras, em operações que investigam a aplicação dos recursos federais no enfrentamento à pandemia.

Do WEBERTH SARAIVA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.