Proprietário de oficina é preso injustamente em Estreito acusado de crime que não cometeu

O proprietário de uma oficina no município de Estreito, identificado como “Roberto Oreia” foi preso no último dia 16 de fevereiro na frente da própria família, sendo acusado de um crime, que não cometeu.

Ele teria sido acusado de roubar bicicletas, após seu carro ter sido confundido com o veículo usado no crime. Segundo ele, o seu carro é uma Fiat Strada branca. Porém, o veículo usado no crime foi uma VW Saveiro de cor branca de acordo com as filmagens de câmeras de segurança da Polícia Militar.

Roberto passou quase que. 24 horas preso, longe da família e dos filhos. Só foi liberto no dia seguinte, após não ter provas contra ele.

Já as bicicletas foram encontradas em Araguaína no Estado do Tocantins, juntamente com o veículo usado no crime, ambos abandonados.

Roberto deve ingressar com uma Ação na Justiça, após ter sido preso por engano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.