Para desespero de Eudes, TCE aprova contas de Julinho

Julinho disputará a prefeitura de Ribamar pelo PL22

O TCE  –  Tribunal de Contas do Estado, em Sessão Plenária por Videoconferência realizada nesta terça-feira (08), aprovou definitivamente, por quatro votos contra apenas um, as contas do médico Dr. Julinho, durante o período em que foi diretor da Maternidade Benedito Leite, no ano de 2006.

A aprovação acompanhou o parecer favorável do Ministério Público de Contas, que não viu motivos para manter punição ao ex-gestor da Maternidade mais de 14 anos depois e pediu o arquivamento do processo.

Durante o processo de apreciação das contas, que começou antes do início da pandemia, o Conselheiro Jorge Pavão falou sobre os ataques sofridos por membros do TCE através de blogs “No momento, está sendo atacado pela imprensa, a mando de alguém, claro, que talvez tiveram seus interesses, alguém que teve seu interesse contrariado, não sei porque. Então, eu não vejo aqui, nenhuma ilegalidade no que foi dito pelo Conselheiro Osmário.” Disse o membro do Tribunal de Contas.

Com o fim da novela, acaba a era do tapetão, que beneficiou o atual prefeito Eudes Sampaio, então candidato a vice-prefeito na chapa do ex-prefeito Luís Fernando em 2016, quando mais uma vez, Julinho foi impedido de concorrer.

Agora, com caminho livre, o ex-prefeito Dr. Julinho deverá concorrer a prefeitura pelo PL, e São José de Ribamar saberá pela primeira vez, quem realmente é bom de voto.

Exame do Presidente Bolsonaro da positivo para Covid-19

O presidente Jair Bolsonaro informou nesta terça-feira (7) que seu exame para detectar se está com covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, deu positivo.

Bolsonaro já havia informado a apoiadores na segunda-feira (6) que estava com febre e dores no corpo e, por isso, decidiu fazer o exame. Ele também disse que fez uma radiografia e que o pulmão “estava limpo”.

O presidente disse que chegou a ter febre de 38 graus, mas que, à noite, a temperatura começou a ceder. Afirmou também que sentiu mal-estar e cansaço. Ele disse que agora está se sentindo “perfeitamente bem”.

De acordo com o presidente, ele tomou cloroquina, remédio que vem defendendo como tratamento para a covid-19. Não há comprovação científica da eficácia da cloroquina para a doença.

Estou bem, estou normal, em comparação a ontem, estou muito bem. Estou até com vontade de fazer uma caminhada, mas, por recomendação médica, não farei”, afirmou.

O presidente tem 65 anos e faz parte da faixa etária considerada por especialistas como grupo de risco.

Medidas de prevenção

Desde o início da pandemia no país, no fim de fevereiro, Bolsonaro vem descumprindo orientações de autoridades de saúde sobre medidas de prevenção do contágio.

Ele sempre foi contrário ao fechamento do comércio e ao isolamento social, ações tomadas pelos governos estaduais para diminuir o ritmo dos contágios. De acordo com especialistas, o isolamento é a forma mais eficaz de evitar o alastramento do vírus.

Nos últimos quatro meses, Bolsonaro provocou aglomerações ao visitar o comércio de rua em Brasília e em visitas a cidades do entorno do Distrito Federal. Ele também participou de manifestações a favor do governo. Em diversas dessas ocasiões ele não usou máscara, posou para fotos, tocou nas pessoas.

Encontros recentes

No sábado (4), o presidente, ministros e um dos filhos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), participaram de almoço promovido pela embaixada dos Estados Unidos no Brasil em comemoração à independência norte-americana.

Na ocasião, os participantes posaram para fotos sem máscaras. Em uma das imagens, Bolsonaro aparece abraçado ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

A embaixada norte-americana informou que o embaixador Todd Chapman não apresenta sintomas e “fará os testes”.

Também no sábado, o presidente viajou para Santa Catarina, onde sobrevoou áreas atingidas por um ciclone na semana passada. Conforme fotos divulgadas pelo Palácio do Planalto, o presidente, usando máscara, apertou a mão de uma mulher, caminhou ao lado de políticos e fez foto ao lado de funcionários do aeroporto.

Na segunda, Bolsonaro teve uma série de reuniões ao longo do dia com ministros, entre os quais, Paulo Guedes (Economia), José Levi (AGU), Braga Netto (Casa Civil), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e Augusto Heleno (GSI). Heleno já teve Covid-19 e se recuperou.

‘Gripezinha’

“Em 24 de março, em pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão, Bolsonaro chamou a covid-19, doença provocada pelo coronavírus, de “gripezinha”.

No meu caso particular, pelo meu histórico de atleta, caso fosse contaminado com o vírus, não precisaria me preocupar. Nada sentiria ou seria, quando muito, acometido de uma gripezinha ou resfriadinho”, afirmou na ocasião.”

Outros testes

Desde março Bolsonaro fez outros três testes para detecção do coronavírus. O primeiro foi realizado após retornar de viagem aos Estados Unidos, na qual mais de 20 pessoas que tiveram contato com a comitiva tiveram a doença.

Em maio, em uma ação movida pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, o governo federal entregou ao Supremo Tribunal Federal (STF) os laudos dos três exames, todos com resultado negativo.

Os exames foram entregues ao STF porque o presidente anunciou várias vezes que os resultados eram negativos, mas se recusava a mostrar os laudos.

G1 Globo

Eleições 2020: Dr Julinho ganha força com comerciantes Ribamarenses

O pré-candidato a prefeito de São José de Ribamar, Dr. Julinho (PL), reuniu-se, nesta segunda-feira (06), com um grupo de empresários ribamarenses. O encontro contou com as presenças de representantes de diversos setores comerciais da região da Sede do município e com a participação do presidente municipal do Avante, o empresário Júnior Lago.

Durante a reunião, Julinho ouviu diversas reclamações dos empresários, que se queixaram do excesso de burocracia imposta pela Prefeitura, da ausência de incentivos para os pequenos empresários locais e principalmente, da falta de investimentos em infraestrutura e segurança, o que acaba prejudicando a economia local. Segundo os empresários, diversos amigos estão fechando as portas devido as dificuldades enfrentadas e principalmente com o período de crise imposto durante a pandemia.

O ex-prefeito adotou um discurso bairrista ao defender o fortalecimento dos comerciantes locais. “Precisamos tratar este setor com mais atenção. São os empresários ribamarenses que fazem a economia do nosso município crescer, que gera receita para a prefeitura com arrecadação de impostos, e principalmente, que gera emprego para os pais de famílias ribamarenses.” Destacou Julinho.

O ex-prefeito falou em desburocratizar o setor para que mais comerciantes saiam da informalidade, criar um programa voltado para incentivar a retomada do setor no período pós-pandemia e assim, o comércio local voltar a crescer ainda mais. “Primeiro, é preciso que a Secretaria de Receita e a de Trabalho e Renda sejam comandadas por ribamarenses, que residam aqui, e principalmente, que saibam as dificuldades do empresário local em conseguir manter sua empresa ativa com tantos impostos e burocracia, e de como é difícil para o pai de família ribamarense conseguir emprego. É inadmissível que duas importantes pastas como essas sejam comandadas por gente de fora. Vamos tratar a coisa de forma correta, com o mínimo de burocracia e com mais humanização, pois por trás de toda pequena empresa, sempre há um família tentando sobreviver.” Disse.

O pré-candidato a prefeito falou da importância de investir em infraestrutura para melhorar a qualidade de vida dos ribamarenses e consequentemente, o crescimento do comércio.

Grande conhecedor do município, Julinho dividiu os encontros com empresários, por região. “Hoje o encontro foi com alguns empresários da Sede, e os próximos acontecerão com os comerciantes das Vilas, da região Limítrofe, do Jardim Tropical, Nova Terra, Turiúba, dentre outros, porque cada região, tem uma realidade diferente. Veja, o setor da Sede não tem o mesmo problema de infraestrutura que o Nova Terra sofre, mas em contrapartida, sofre com a concorrência desleal com grandes empresas, com assaltos, entre outros problemas que é preciso combater.” Finalizou.

230 mil empresários receberam indevidamente o auxílio de R$600, aponta TCU

TCU fez cruzamentos de dados com a folha de pagamento do auxílio emergencial de abril de 2020

O Tribunal de Contas da União (TCU) identificou 235.572 empresários com indícios de serem sócios ou responsáveis por empresas e que receberam o auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal. Eles fazem parte de um grupo de 620.299 pessoas suspeitas de recebimento indevido.

Para levantar as supostas irregularidades, o TCU fez cruzamentos de dados com a folha de pagamento do auxílio emergencial de abril de 2020. O órgão de controle verificou fragilidade nas informações e nos critérios adotados pelo governo para a concessão do benefício.

Diante deste quadro, o TCU determinou ao Ministério da Cidadania que, no prazo de 15 dias, indique os controles a serem implementados para reduzir os indícios de inconsistências identificadas nas análises sobre os beneficiários nas folhas de pagamento do auxílio emergencial relativo à pandemia da Covid-19.

Em nota, o Ministério da Cidadania informou que a Controladoria-Geral da União (CGU) analisou 30,5 milhões de pagamentos do auxílio emergencial e encontrou inconformidades em 160 mil, o que representa 0,5% deste total.

Critérios

Para a análise do TCU, foram considerados bancos de dados como o de responsáveis e sócios de pessoas jurídicas da Receita Federal e o Cadastro Nacional de Empresas (CNE), do Ministério da Economia.

Como essas bases não identificam explicitamente quem é microempreendedor individual (MEI), foram consideradas apenas empresas com dois ou mais empregados. O MEI só pode ter um funcionário.

Ainda segundo o relatório do TCU, “o público identificado nesse cruzamento é bastante heterogêneo, podendo conter desde o pequeno empresário que está com seu comércio fechado sem a renda necessária para alimentar sua família até o grande empresário que possui as condições de se sustentar em casa durante a quarentena”.

O critério adotado pela Dataprev foi analisar as bases de dados do Imposto de Renda da Receita Federal. “No entanto, dividendos de empresas (além de outras aplicações) gozam de isenção tributária e, portanto, não contariam para o referido limite”, aponta o relatório.

Quanto ao critério de renda familiar, o relatório diz que, no caso do empresário, “a Dataprev e o Ministério da Cidadania não teriam acesso a sua renda ou a uma proxy confiável”.

O documento afirma ainda que mesmo o valor da contribuição do INSS não necessariamente reflete a renda real do contribuinte, o que dificulta a identificação desse público.

Desta forma, poderia haver disparidade entre os critérios definidos pela lei, que, em conjunto com restrições operacionais enfrentadas pelo Ministério da Cidadania, não possibilitariam a focalização razoável do auxílio ao considerarmos o público contribuinte individual do INSS”, informa o relatório.

O documento cita como exemplo dessa fragilidade “os casos de empresários conhecidos que, conforme amplamente noticiado, tiveram os pedidos de auxílio emergencial aprovados”.

Punição

O Ministério da Cidadania informou ainda que, aqueles que, por algum motivo, estão tentando burlar a legislação que rege o auxílio emergencial estão sujeitos às penalidades descritas no art. 4º, da Portaria 351, de 7 de abril de 2020, e serão obrigados a ressarcir os valores recebidos de forma indevida.

Segundo a pasta, quando alguma irregularidade é confirmada, a Polícia Federal (PF) é comunicada. O ministério afirma que a CGU e a Advocacia-Geral da União (AGU) também estão atuando na fiscalização e no ajuizamento de ações.

Traficante de drogas é preso em Miranda do Norte


A equipe da Polícia Civil de Miranda do Norte prendeu, na tarde desta segunda-feira(06) um indivíduo suspeito pelo crime de Tráfico de Drogas, na Rua conhecida por “Vila Socó”, daquela cidade.

De acordo com as investigações em andamento na delegacia do município, esse seria um dos maiores e mais antigos traficantes de Miranda do Norte.

Em operação realizada esta tarde, no Bairro Santa Cruz, a polícia civil conseguiu prender R. M., 37 anos, mais precisamente na Rua conhecida por “Vila Socó”.

O preso é apontado pelas investigações como um dos maiores e mais antigos traficantes de drogas da cidade, os levantamentos feitos dão conta que ele atuava nessas atividades ilícitas desde o ano 2013.

De acordo com a Polícia, ele é acusado de chefiar uma associação criminosa voltada ao tráfico de drogas e, após saber que estava sendo monitorado pelos investigadores, passou a contratar pessoas para vender seus entorpecentes, quando ficou apenas gerenciando cerca de 03 “bocas de fumo” no bairro onde foi preso.

Corpo de Bombeiros testa drone que deve ajudar nos salvamentos em alto mar no Maranhão

Neste sábado, (04), data que marca o encerramento da Semana Nacional do Bombeiro, o Corpo de bombeiros do Maranhão (CBMMA) encerrou suas comemorações com uma grande novidade, os primeiros testes de salvamento aquático auxiliado por Drone.

O equipamento utilizado serve para dar apoio aos guarda-vidas e equipe de salvamento do Batalhão de Bombeiros Marítimo, a aeronave remotamente pilotada fornece um flutuador à vítima que se encontra em situação de afogamento, auxiliando na manutenção de sua flutuabilidade, evitando que a mesma afunde de maneira instantânea, assim, em melhores condições para que aguarde a chegada da equipe de salvamento.

O uso do Drone não pretende substituir o serviço dos guarda-vidas, mas sim auxiliar no tempo resposta da chegada à vítima, e oferecer melhores condições para que se mantenha por mais tempo flutuando no mar até o resgate.

Do EnquantoissonoMaranhão 

Pesquisa mostra Eduardo Braide em primeiro lugar, seguido por Duarte Jr e Wellington

O Instituto Prever fez entre os dias 29 de junho e 2 de julho, uma avaliação do atual cenário eleitoral de São Luís. E de acordo com o eleitorado ludovicense, Eduardo Braide (Podemos), ainda é o preferido. Duarte Júnior (Republicanos), segue em segundo lugar e disparado, o melhor nome do grupo dos pré-candidatos apoiados pelo governador Flávio Dino (PCdoB). E Wellington do Curso (PSDB), segue com o recall da última eleição municipal e completa pelotão inicial.

No voto espontâneo, Eduardo Braide tem ampla preferência do eleitorado ludovicense, o deputado federal desponta com 18,8%, Duarte Júnior vem com 3,8% e Wellington do Curso com 3,7%. Neto Evangelista e Adriano Sarney aparecem com 1,8%, cada um. Bira do Pindaré possui 1,5%. Os demais nomes citados aparecem com menos de 1%. Brancos e nulos responderam a 3,8% e não sabem ou não responderam somaram 54%.

No primeiro cenário estimulado, Eduardo Braide aparece isolado na liderança com 43,1%. Duarte Júnior abre o pelotão dos demais pré-candidatos com 8,8%, seguido por Wellington do Curso com 8,7% e Adriano Sarney (PV) com 7,2%. Um pouco mais abaixo oscilando no limite da margem de erro, aparece Bira do Pindaré (PSB) com 5,9%, seguido por Neto Evangelista (DEM) com 5,3%. Depois Madeira (SDD) com 2,4%; Jeisael Marx (Rede) com 1,3%; Rubens Júnior (PCdoB) 1,2%; Dr Yglesio (PROS) 1%; Detinha (PL) 0,8%; Silvio Antônio (PRTB) 0,2%; Saulo Arcangeli (PSTU) 0,1%; Honorato Fernandes (PT) 0,1% e Franklin Douglas (PSOL) que não pontuou.

Brancos e nulos representaram 5,3% e não sabem ou não responderam somam 8,6%.

No segundo cenário estimulado, onde são retirados os nomes de Wellington do Curso e Silvio Antônio. Eduardo Braide aparece isolado na liderança com 44,6%. Duarte Júnior parece com 9,1%. Adriano Sarney possui 7,4%, seguido por Bira do Pindaré com 7,1% e Neto Evangelista com 6,5%. Depois aparecem Madeira com 2,7%; Jeisael Marx com 2,4%; Rubens Júnior 1,7%; Dr Yglesio 1,6%; Detinha 1%; Saulo Arcangeli 0,3%; Honorato Fernandes 0,1% e Franklin Douglas que não pontuou.

Brancos e nulos representaram 7,3% e não sabem ou não responderam somam 8,2%.

No terceiro cenário estimulado, onde são retirados os nomes de Detinha e Silvio Antônio. Eduardo Braide aparece isolado na liderança com 43,2%. Duarte Júnior e Wellington do Curso empatam com 8,8%. Adriano Sarney aparece com 7,2%. Um pouco mais abaixo oscilando no limite da margem de erro, aparece Bira do Pindaré com 5,9%, seguido por Neto Evangelista com 5,5%. Depois aparece Madeira com 2,4%; Jeisael Marx com 1,4%; Rubens Júnior 1,2%; Dr Yglesio 0,1%; Saulo Arcangeli 0,1%; Honorato Fernandes 0,1% e Franklin Douglas que não pontuou.

Brancos e nulos representaram 5,5% e não sabem ou não responderam somam 8,8%.

No quarto cenário estimulado, onde são retirados os nomes de Wellington do Curso, Detinha e Silvio Antônio. Eduardo Braide aparece isolado na liderança com 44,7%. Duarte Júnior possui 9,2%. Adriano Sarney aparece 7,5% seguido por Bira do Pindaré com 7,1% e por Neto Evangelista com 6,6%. Depois aparece Madeira com 2,8%; Jeisael Marx com 2,5%; Rubens Júnior 1,8%; Dr Yglesio 1,7%; Saulo Arcangeli 0,3%; Honorato Fernandes 0,1% e Franklin Douglas que não pontuou.

Brancos e nulos representaram 7,4% e não sabem ou não responderam somam 8,3%.

Por fim foi aferida, a rejeição dos pré-candidatos que aparecem em todos os cenários. Adriano Sarney é o mais rejeitado com 26,2%, seguido por Bira do Pindaré com 12,1% e Wellington do Curso com 7,4%. Oscilando fora da margem de erro estão Eduardo Braide com 3,9%; Detinha com 3,4%, Duarte Júnior 3,3%; Neto Evangelista com 3,1%; Madeira com 2,8%; Dr Yglesio 2,1%; Franklin Douglas 1,8%; Jeisael Marx 1,6%; Saulo Arcangeli 1,1%; Rubens Júnior 1,0%; Honorato Fernandes 0,8% e Silvio Antônio com 0,6%.

10% disseram que não rejeitam nenhum e 18,8% não sabem ou não responderam.

A pesquisa do Instituto Prever possui uma margem de erro máxima estimada considerando um modelo de amostragem aleatória simples de 1006 entrevistas que é de 3% para mais ou para menos e o índice de confiança é de 95%. O plano amostral consta de quotas proporcionais existentes no município pesquisado de acordo com as variáveis, Sexo, Faixa Etária e escolaridade referenciadas na base de dados do mês de maio de 2020 do TSE. A pesquisa está registrada com o seguinte protocolo MA-04571/2020.

Ministério Público quer regularização do Portal da Transparência em Passagem Franca

O Ministério Público do Maranhão expediu Recomendação, em 3 de julho, ao prefeito e ao secretário municipal de Administração de Passagem Franca para o cumprimento integral da Lei de Acesso à Informação (Lei n° 12.257/2011), com o envio das informações de documentos de caráter coletivo, da Prefeitura e de seus órgãos, quando solicitadas, e a disponibilização no Portal da Transparência.

Foi fixado prazo de 10 dias para o encaminhamento à Promotoria de Justiça da Comarca de Passagem Franca de documentação que comprove o cumprimento da Recomendação, sob pena de serem tomadas as medidas legais cabíveis.

A manifestação ministerial foi assinada pelo promotor de justiça Carlos Allan da Costa Siqueira, da Comarca de Passagem Franca.

Motivou a Recomendação a não disponibilização pela Prefeitura, no Porta da Transparência, de informações solicitadas pelo vereador Samuel Santos Saraiva. Além disso, a administração municipal condicionou o encaminhamento dos documentos coletivos requeridos pelo parlamentar, à prévia aprovação do requerimento pelo plenário da Câmara de Vereadores.

A denúncia da irregularidade foi registrada na Promotoria de Justiça de Passagem Franca.

Na Recomendação, o promotor de justiça relatou que o descumprimento da Lei de Acesso à Informação pela Prefeitura de Passagem Franca, devido a irregularidades constatadas no Portal da Transparência do município, já é alvo de Ação Civil Pública em tramitação.

Também foi destacado que somente informações e documentos de sigilo imprescindível para a segurança da sociedade e do estado não podem ser divulgadas.

São José de Ribamar: Beto das Vilas mostra firmeza e conhecimento de sua terra e aponta soluções para os principais problemas de seu povo


Durante entrevista concedida aos jornalistas Diego Emir e Osvaldo Maia, do Programa Passando a Limpo, da rádio Nova Fm, o pré-candidato a prefeito de São José de Ribamar, Beto das Vilas (Republicanos), falou dos principais desafios que tem pela frente e de como pretende conduzir seu mandato, caso seja eleito.

Ao ser perguntado sobre os principais problemas da cidade, Beto citou a precariedade na infraestrutura do município, que sofre com ruas esburacadas e prejudica o dia à dia do ribamarense, inclusive na falta de segurança.

Ao elencar os principais pontos, caso seja eleito, Beto disse que vai resgatar o futebol amador, valorizar o esporte e corrigir um equivoco da administração atual, ao deixar o Estádio Dário Santos completamente abandonado.

Beto citou a geração de emprego, a melhoria da educação e o investimento no turismo e cultura local, o que vai fomentar ainda mais a economia local.

Ao ser perguntado sobre a difícil eleição com pelo menos quatro possíveis candidatos, Beto lembrou sua vida, que sempre foi carregada de desafios. “Toda a minha vida pública e privada, sempre foi com muita dificuldade, mas quando você coloca Deus em primeiro lugar, e o povo logo em seguida, você sempre será vencedor.” Respondeu Beto, que relembrou seu passado humilde. “Fui tirador de sururu e borracheiro com muito orgulho. Olho para trás e sei as necessidades do nosso povo, porque na minha casa, tinha dia que não tinha nada para comer.” Disse.

Beto justificou o descaso atual de Ribamar com a falta de identidade de um gestor popular, que viva o município diariamente. “Tá faltando um gestor que tenha conhecimento da necessidade do nosso povo, por isso lancei minha pré-candidatura, por que conheço os problemas e sei como resolver.” Destacou.

Beto das Vilas também deu sinais de como pretende governar Ribamar, com menos tempo em gabinete e mais contato com a população. “Prefeito não tem que tá em gabinete. Prefeito tem que ir pra rua, olhar obras, ver a necessidade dos bairros, conversar com o povo. Gabinete para serviço burocrático é apenas uma ou duas vezes por semana. Prefeito tem que tá é na rua, vendo o que o município está precisando.” Finalizou Beto das Vilas.