Dia do Professor é marcado por protesto na gestão de Léo Cunha em Estreito


Educadores aproveitaram o Dia do Professor, celebrado nesta sexta-feira (15), para protestarem contra o descaso da gestão de Léo Cunha com a classe da Educação.

A principal reivindicação dos profissionais se concentrou na falta de reajuste salarial da categoria, que antes era concedida pelas gestões anteriores. Porém Léo Cunha tem se recusado a conceder os reajustes e a negociar com a classe.


Um outdoor foi colocado na entrada da cidade com pedido de negociação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.