TRAIDOR: Luciano Genésio ataca Flávio Dino em evento de Weverton

Conhecido por sua falsa valentia, o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP), utilizou da sua verborragia peculiar para mandar duro recado ao Governo.

“Não posso ficar refém de um governo que acha que manda e desmanda nos prefeitos do Maranhão”, disse durante evento de filiação dos 400 novos membros fantasmas do PDT na noite da última sexta-feira (18).

Subjudice no cargo, o prefeito afastado por suspeita de desviar milhões com pagamento direto da empresa para contas pessoais, nem tremeu ao disparar o absurdo desforo que segue a linha do seu chefe, Weverton Rocha (PDT), tanto na verborragia como nos processos a que responde na Justiça.

Pior, para tentar criar uma narrativa favorável aos crimonosos, com o famigerado argumento de perseguição, emendou:

“Somos macho para enfrentar perseguição e recentemente enfrentei uma e era você (Weverton) que estava do meu lado”.

Abaixo, um texto que retrata bem os motivos da “perseguição”:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.