Após tentativa de golpe contra ex-prefeito Cicin, vereadores e Léo Cunha vão passar feriado em Salinas


Após a tentativa de golpe frustrada contra o ex-prefeito de Estreito, Cícero Neco o “Cicin”, alguns dos vereadores o o prefeito Léo Cunha, foram passar o feriado em Salinas, uma espécie de ‘comemoração’.

De acordo com informações de uma fonte do alto escalão da Prefeitura. O convite teria partido do próprio prefeito para ir passar o feriado em uma mansão de frente para o mar, na cidade de Salinas, logo após a votação na Câmara de Vereadores.

Porém a tentativa de golpe, foi ilegal, já que as contas do ex-prefeito foram aprovadas pelo TCE e não teve dando ao erário, ou seja, não houve desvio de verbas públicas. A votação na Câmara teve apenas um voto favorável, a Cicin, que foi do vereador Diney, confirmado por ele mesmo.

Os demais vereadores, até mesmo os que participaram da gestão de Cicin, votaram contra o ex-prefeito. A votação repercutiu de forma negativa, em todos os cantos da cidade, moradores criticam a postura dos parlamentares. “bando de vereadores covardes, vendidos, corruptos que não defende o povo. Estão todos do lado do prefeito, que não tem feito nada no município. Duvido se eles fiscalizam a corrupção que aí está nessa gestão.” Disse um morador em uma rede social.

De acordo com o autor da Lei da Ficha Limpa, ex-juiz, Marlon Reis, Cicin não perdeu seus direitos políticos e continua pré-candidato a deputado estadual.

Já os vereadores, que estão sempre do lado do prefeito e contra a população do município, vão ter que suportar as críticas pelos próximos anos, pela votação que marcou um dos piores capítulos da história do município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.